Outubro Rosa – Entenda as vantagens das campanhas de prevenção

Outubro Rosa – Entenda as vantagens das campanhas de prevenção

As campanhas de prevenção visam e incentivam as pessoas a realizarem exames de detecção de doenças, além de manter todos informados quanto aos riscos e sintomas.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente as doenças crônicas não transmissíveis são responsáveis por 80% dos problemas de saúde que afetam a humanidade.

Diante desse cenário, fica bem claro o quanto é importante adotar uma abordagem mais preventiva nos modelos de gestão da saúde. E no contexto da saúde suplementar isso ganha também uma nova percepção de valor acerca do plano de saúde, vindo a se tornar até um fator favorável à fidelização dos clientes.

Campanhas de prevenção – confira as vantagens para as operadoras de saúde

As operadoras de saúde devem se mostrar cada vez mais preocupadas com o bem-estar e a qualidade de vida de seus beneficiários por meio de ações voltadas à promoção da saúde, redução de riscos e prevenção. E isso não apenas para melhorar a reputação da sua marca, mas também porque investir em campanhas de prevenção proporciona às operadoras uma série de benefícios, além de uma significativa redução de custos a médio e longo prazo. Vem entender as principais vantagens:

 

1. Redução da exigência mensal de Margem de Solvência

O total de despesas das operadoras com programas para promoção da saúde e prevenção de riscos e doenças (que sejam aprovados e estejam registrados contabilmente no exercício anterior) pode se converter em redução de até 10% da exigência mensal de margem de solvência do exercício corrente, conforme estabelece o Art 6º da INC 07/12. Para isso, o programa deve estar não apenas inscrito, mas cadastrado e aprovado pela ANS. 

Mas o que é Margem de Solvência?

Sendo a solvência a capacidade da operadora em honrar todos os benefícios e compromissos financeiros assumidos, evitando futuros sinistros aos beneficiários, a Margem de Solvência é o capital extra para enfrentar circunstâncias não previstas. Ela permite que a ANS acompanhe o desempenho das empresas e tenha um alerta quando a operadora estiver abaixo do nível mínimo de exigência.

 

2. Bonificação no Monitoramento Assistencial

Outra vantagem específica é a bonificação em forma de pontos conferida pela ANS no Monitoramento Assistencial, que mede a cada trimestre o risco das operadoras, ou seja, acompanha periodicamente os produtos que possam ser indicativo de risco à qualidade ou à continuidade da assistência aos beneficiários de planos de saúde.

A metodologia do Monitoramento Assistencial utilizada pela ANS leva em conta 5 aspectos: Atuarial, Estrutura e Operação, Informação, Índice de Reclamações e Assistencial. Nesta última dimensão é que ocorre a bonificação para operadoras que tiverem programas de prevenção e promoção à saúde aprovados pela ANS. Ela tem peso 15,25% na composição da nota. Com maior peso, estão à frente o Índice de Reclamações (49%) e a Informação (15,58%).

A classificação das operadoras pode caracterizá-las com risco assistencial baixo, pré-moderado, moderado ou ativo, cada qual com diferentes procedimentos de monitoramento definidos pela agência.

 

3. Pontuação bônus no IDSS

A ANS utiliza do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) para avaliar a qualidade das operadoras. Ele é calculado a partir de quatro indicadores: atenção à saúde; avaliação econômico-financeira; estrutura e operação; e satisfação do beneficiário. O maior peso é o da atenção à saúde, então possuir programas de medicina preventiva contribui para elevar o IDSS da empresa. Programas cadastrados, não apenas inscritos na agência, ganham bônus em pontuação no IDSS e os dados de programas e operadoras são divulgados pela ANS em seu site.

Mais do que promover a saúde e qualidade de vida aos beneficiários de planos, fica comprovado que os programas de medicina preventiva contribuem também com a saúde financeira das operadoras.

 

4. Reputação positiva para a marca

Ao promover campanhas de conscientização, a operadora de planos de saúde constrói uma imagem humanizada e positiva. Isso agrega valor ao seu serviço e aumenta as chances dos clientes se relacionarem ainda mais com a marca.

 

5. Redução significativa de custos

Essas ações geram uma sensação de acolhimento aos pacientes, além de que geram vantagens financeiras, já que muitas doenças podem ser prevenidas. Isso faz com que os clientes valorizem ainda mais o plano de saúde escolhido, garantindo uma maior satisfação e fidelização.

 

Como a tecnologia faz toda a diferença?

Utilizando um sistema de auditoria de contas médicas na sua operadora de saúde você passa a ter uma visão estratégica do seu negócio. Utilize os dados adquiridos no sistema e estude o seu fluxo de custos para entender por onde começar suas campanhas de prevenção. Existem campanhas para todos os meses do ano, cada uma voltada para uma situação específica.

A nossa dica de ouro é: comece a campanha de prevenção pela doença que mais gera despesas para a sua operadora de saúde! E se você ainda não tem um sistema de auditoria médica implementado, fale conosco! ; )

Para conhecer as origens das cores e suas respectivas causas, vem conferir aqui mesmo no BlogSAUDI outro post sobre a importância de implementar campanhas de prevenção.

Posts relacionados
pt_BRPortuguese