Que tal 3 dicas para aumentar o resultado da sua operadora de saúde?

aumentar lucro operadoras saude

Que tal 3 dicas para aumentar o resultado da sua operadora de saúde?

Com o passar dos anos, os gastos em saúde têm aumentado consideravelmente. Esse fenômeno se deve a uma série de fatores — como novos medicamentos, exames e a introdução de novas tecnologias —, que, inevitavelmente, encarecem a assistência à saúde. Para as seguradoras, isso significa um desafio cada vez maior: com o aumento dos gastos, tornam-se necessárias novas abordagens para aumentar o faturamento da empresa e equilibrar suas contas.

Entretanto, falar é certamente mais fácil do que fazer. Na prática, o que pode realmente representar a diferença no balanço financeiro do plano de saúde? Essa é uma pergunta que, certamente, todo gestor da área já se fez, e pode ter ficado sem resposta.

Por isso, separamos, neste post, 3 dicas objetivas que você pode colocar em prática na sua operadora. Conhecê-las pode dar exatamente o insight de que você precisava para tomar a conduta certa e aumentar o faturamento. Continue lendo para saber mais!

1. Invista em estratégias de marketing digital

A fórmula do equilíbrio financeiro, em qualquer empreendimento, é simples: é necessário vender mais e economizar no que for possível. E, no século XXI, a adequação aos novos meios de comunicação é fundamental para uma venda mais eficaz. É por isso que o marketing digital vem se destacando tanto entre as operadoras de planos de saúde.

Essa estratégia de marketing consiste no uso de mídias e redes sociais para a sua publicidade. Com o crescimento da internet e dos meios de comunicação, o marketing digital coloca a sua marca em contato direto com inúmeros potenciais clientes, de uma só vez. Essa estratégia pode ser o salto de que você precisava para uma maior adesão ao seu plano de saúde.

2. Conheça a jornada de compra do seu público-alvo

Não basta apenas investir em técnicas de venda. É necessário investir nos setores certos, no momento certo. Pegue, por exemplo, a transição epidemiológica que estamos enfrentando no momento: a maior prevalência de doenças crônicas — que tendem a substituir as doenças infecciosas — modifica drasticamente a assistência à saúde. Um número maior de geriatras, cardiologistas e endocrinologistas, por exemplo, será necessário no seu corpo de funcionários.

Caso você não se ajuste a essa nova realidade, a demanda dos seus clientes pode começar a crescer; e caso eles percebam que seus concorrentes a suprem com maior eficácia, você começará a perder clientes. Por isso, investir na retenção é tão importante quanto na sua captação.

3. Utilize as ferramentas adequadas para o seu negócio

Comentamos, no início do post, que a tecnologia trouxe consigo um aumento nos gastos em saúde. E isso é verdade. No entanto, ela também possibilitou o surgimento de novas ferramentas, capazes de trazer mais rapidez e produtividade ao cotidiano. Essas ferramentas atuam em ambas as frentes que mencionamos atualmente: a captação e a fidelização de pacientes.

É o caso, por exemplo, de softwares de gestão voltados especificamente para operadoras de planos de saúde. Com esses programas, você transforma atividades manuais e trabalhosas em processos muito mais práticos. O melhor exemplo é a organização digital de auditorias médicas, que poupa tempo do auditor e traz mais rapidez ao fluxo de atendimentos.

Se você está procurando por um software com essa finalidade, segue uma boa dica. O SAUDI é um software voltado para a automação de auditorias com potencial de reduzir drasticamente os custos com esse processo. Atua em planos de saúde de destaque em todo o Brasil, e traz maior transparência e comodidade à saúde suplementar.

Caso você queira aumentar o resultado de verdade, entre já em contato conosco! Estamos ansiosos para conhecê-lo melhor e introduzi-lo ao SAUDI.

Posts relacionados
pt_BRPortuguese